Os movimentos independentistas de Cabinda MIC e MLC, condenaram veementemente o assassinato de um jovem Cabindese de 33 anos de idade, de nome Daniel Macosso, mais conhecido por Dany, ocorrido na madrugada deste sábado dia 6 de Março de 2021, no território de Cabinda, concretamente na sua capital “Tchiowa”.

De acordo com comunicado do MIC, o crime bárbaro, teve lugar no Bairro Comandante Gika por volta das 00:55 nas imediações do antigo Bar Kilala.

Segundo as fontes contactadas no local do crime, tudo aconteceu quando a vítima que em vida respondia pelo nome de Daniel Macosso de 33 anos, solteiro e pai de 2 filhos, regressava para casa, depois de ter convivido com os amigos e estava na companhia da sua namorada, pára para fazer a inevitável necessidades menores, enquanto a namorada o esperava, apareceram dois indivíduos de nacionalidade angolana que se identificaram como soldados das FAA(Forças Armadas Angolanas) um estava fardado e o outro estava trajado a civil, tentando atrair a rapariga para manterem relações sexuais, furiosos com a recusa da jovem, os mesmos entenderam em prendê-la ato que não foi de agrado do malogrado, que dirigiu a eles pedindo satisfações foi de imediato brutalmente atacado pelo prevaricador Mauro Raúl Neto, destacado no quartel do Ntó, natural do Nzeto província do Zaire que sem dó espetou uma baioneta no peito da vítima que acabou por falecer no Hospital Central de Cabinda, de realçar que não houve intervenção médica porque o malogrado estava sob efeitos de álcool.

Estes tipos de crimes são recorrentes em Cabinda, cometidos pelos homens da farda verde, recentemente um cidadão cabindês foi espancado no morro do Tchizo por militar das Forças Armadas Angolanas (FAA) pelo facto da sua irmã declinar o pedido de namoro com um dos efetivos deste órgão do Estado angolano.

Será que este crime será impune a semelhança de vários outros? Em Cabinda os efectivos das FAA, são donos de todas as razões e verdades.

Exigimos responsabilidade dos prevaricadores por este crime bárbaro. Pois ninguém tem o direito de tirar vida de ninguém excepto quando é por vontade de Deus. Mais uma alma que se foi, mais uma voz que se cale para sempre.

Descanse em Paz Daniel Macosso.

Cabinda, aos 07 de março de 2021

YouTube
%d bloggers like this: